23/03/19

Carla Silva ― desafio 167


Chego amanhã com o nascer do sol para te arrancar dessa vida.
O pequeno papel repousava amarrotado no bolso.
Sabia quem o enviara. Devia ter ido...
Tinha a certeza disso. Disso e que não devia ter dado segundas oportunidades ou aceitar pedidos de desculpa por muitas flores que os acompanhassem.
Mas o amor era... Amor... Não. Não era amor!
Era medo. Mais que nunca precisava ser forte, precisava sair daquela vivência doentia para voltar a ser feliz.
Carla Silva, 45 anos, Barbacena, Elvas
Desafio nº 167 ― «chego ao nascer do sol»

Sem comentários:

Publicar um comentário