12/04/19

Natalina Marques ― desafio 169


CALEI-ME quando percebi que não era o mesmo assunto. E também não tinha importância.
Depois DAQUILO que aconteceu, LEMBREI-ME que tinha prometido não falar,
MAS como não era confidencial, era COISA que tinha acontecido num passado tão distante.
QUALQUER um devia DIZER mas não PODIA criticar, porque a qualquer um pode acontecer.
Todos temos telhados de vidro, e quando o amor bate à porta, não lhe importa quem abre,  entra sem pedir licença e não dá satisfações,
Natalina Marques, 60 anos, Palmela
Desafio nº 169 ― frase ao contrário

Sem comentários:

Publicar um comentário