20/06/20

Fernanda Malhão ― desafio 33

Primeira vez num leilão, nunca achei graça aquelas quinquilharias que a tia tanto apreciava. Mas lá fui meio que arrastada. Entre os pregões surgiu uma taça, estranhamente pareceu-me especial. Iniciou-se o leilão:
― Dou 10!
― Cubro oferta com 15!
― Pois eu dou 30 e nem mais um tostão!
Não sei de onde veio aquilo, mas digo à tia:
― Diga 33!
― 33, disse a tia! 
A taça era nossa! A tia olhava para mim tão espantada como eu própria!
Fernanda Malhão, 44 anos, Gondomar
Desafio nº 33 – Pegando em “Diga 33”, ou qualquer outra versão do 33

Sem comentários:

Publicar um comentário