26/06/20

Fernanda Malhão ― desafio 38


Pela minha parte, creio na ciência como uma poesia. A ciência dePEnde LArgamente da criatividade. AdMItam cientistas, vocês também soNHam como os poetas! APenas quem sonha é capaz de criAR. Não TEmam as Críticas, mentes ágEIs apONtam caminhos, ACendem novas ideias! Não freIEm a vossa imaginação, aNCorados à conceitos fixos. Devemos amplIAr o nosso COnhecimento sem esMOrecer a imaginação. Conhecimento acUMulado, sem ser AProveitado, adOEce. Ciência não é depóSIto de conhecimento, tem de estAr viva, em movimento!
Fernanda Malhão, 44 anos, Gondomar
Desafio nº 38 – partindo de uma frase, utilizar os pares de letras desta para o texto

Sem comentários:

Publicar um comentário