28/06/20

Gustavo S ― desafio 41

Estamos sempre a aprender, quer seja a observar ou até mesmo fazer arte, porque é com os nossos erros que conseguimos entender. 
Quando começamos a perceber do que nos rodeia, o nosso sentimento começa a ser diferente, começamos a ter uma outra perspetiva e a dar valor a tudo. Por mais que pensemos que estamos numa deambulação sem fim, no final do túnel há sempre uma nova aprendizagem e cultura.
Basicamente é o que nos faz viver.
Gustavo S., 17 anos, Escola Gustave Eiffel – Venda Nova, Turma 544, Amadora, prof. Isabel Fortunato
Desafio nº 41 – a propósito do Dia do Livro

Sem comentários:

Publicar um comentário