12/06/20

Leonor G ― desafio 174

Senti-me triste por ver aquela situação, mas fiquei ainda pior por ver e não ter agido. Vê-la a seguir o seu caminho de cabeça para baixo, sem coragem de olhar nos olhos deles, enquanto lhe gritavam palavras maldosas. As palavras importam e têm o poder de magoar, às vezes mais do que atos físicos. Ninguém merece ser definido apenas pela sua aparência, por ser gordo ou magro. Ninguém merece olhar-se ao espelho e pensar que é insuficiente.
Leonor G., 13 anos, 8ºano, AE de Alandroal, profs Cristina Lourenço e Vera Saraiva
Desafio nº 174 ― história de Bullying

Sem comentários:

Publicar um comentário