30/06/20

Margarida Fonseca Santos ― desafio 212


Um milagre guardado na esperança, foi assim que te senti quando chegaste, sorrateiro, e te instalaste no meu viver dorido, me ofereceste a tua amizade, o teu tempo para podermos perder-nos em conversas, num andar de segundos parado, vendo desfilar interesses comuns, sonhos partilhados, apaziguando mágoas que trazia dentro, crescendo então em nós a certeza da ausência de fim do que somos, mesmo se um dia apartados, nesses tão breves instantes entre a vida e o reencontro.
Margarida Fonseca Santos, 59 anos, Lisboa
Desafio nº 212 ― Frase de Valter Hugo Mãe