28/06/20

Marta S ― desafio 41

A pé pela floresta de Sintra, quase a chegar à Peninha, observo o verde das árvores, das ervas daninhas, muitas delas com geada e a calmaria daquele lugar, o sentimento de felicidade, o zen, que só quem gosta da natureza sabe dar valor. Deambulando até à entrada da Ermida de São Saturnino, tudo estava em ruínas, apenas a estrutura estava inteira, sem os azulejos, apenas o ambiente da arte e cultura, que eu aprendera antes, lá estava. 
Marta S., 18 anos, Escola Gustave Eiffel – Venda Nova, Turma 544, Tapada das Mercês, prof. Isabel Fortunato
Desafio nº 41 – a propósito do Dia do Livro

Sem comentários:

Publicar um comentário