27/07/20

Fernanda Malhão – desafio 70

Deambulou sozinho durante o amanhecer, percorreu a vereda repleta de orvalho. Por ali fora foi experimentando todos os sons e aromas. Tinha saudades da terra onde cresceu. Olhou as casinhas da aldeia todas reconstruídas, agora ainda estava ainda mais bonita. No caminho passou pela velha figueira, havia esquecido que no seu tronco estava gravado um coração com as iniciais do seu nome e da sua esposa. Esse amor resistiu ao tempo e deu frutos assim como aquela figueira.
Fernanda Malhão, 44 anos, Gondomar
Desafio nº 70 – frase de palavras obrigatórias

Sem comentários:

Publicar um comentário