01/12/20

Margarida Fonseca Santos – desafio 227

«Deixem lá isso», diziam amigos, tentando aquietar os ânimos. Mas os dois irmãos não deixavam de se odiar, à distância de uma mão travessa, definida entre ambos pelo pai, tratando-os de forma diferente, indiferente às diferenças de feitio e sensibilidade, fomentando um ódio azedo, erguido sobre mágoas antigas e feridas por sarar. Nem quando desapareceu o pai sepultaram o machado de guerra. Agora guerreiam nas esquinas da vida, em guerra com quem se cruzam, incapazes de perdoar.

Margarida Fonseca Santos, 60 anos, Lisboa 

Desafio nº 227 – 2 perfis, 2 personagens