11 março 2016

Agora chega!

Era às nove a hora dita.
Iria esperar tristemente pela resposta indesejável.
Mas hoje eu vou ser mais vil que tu.
Talvez percebas então como magoam tantas mentiras, tantas esperas…
A hora dita irá ser oca, sem mim…
Estarei espreitando apenas para perceber como sofrerás minha ausência.
Sei que irei para te ver quem sabe, só mais uma vez…
Desejei, sonhei nunca passar tremenda desilusão, porém, acredito, jamais terás carinho para comigo.
Mas, agora, para mim, chega!

Amélia Meireles, 62 anos, Ponta Delgada

Desafio RS nº 35 – até 4 letras, mais de 4

Sem comentários:

Enviar um comentário