20 julho 2016

Desafio Escritiva nº 10

“O coiso, aquilo que eu usei quando precisava de fazer aquela cena complicada que a coisa não sabia fazer? Não me digas que não sabes o que é?” 

Pois não, nem ninguém tem obrigação de me entender quando eu falo assim simplesmente porque sou incapaz de me lembrar como se diz uma palavra numa ou noutra língua. Alguma vez vos aconteceu? Têm definições próprias para coisas do quotidiano, com nomes engraçados que só se usem na vossa zona, cidade, aldeia que nos queira contar? Vamos lá botar faladura (a Paula é do norte, claro...).

Chaspa: recipiente resistente ao fogo e ao gelo, no qual se cozinham indistintamente sopas de amor de avó, cozido de sogra invejosa ou papas de vizinhas “ensarrabulhadas”. Tem garantia vitalícia, mas não evita que a comida se pegue, nem que o cheiro se impregne nas paredes da casa e do coração. Deve ser lavado de preferência com um esfregão que arranhe bem e que deixe o fundo a brilhar, pois não tolera delicadezas, nem máquinas de lavar.
Paula Cristina Pessanha Isidoro, 34 anos, Salamanca
Desafio Escritiva nº 10 - definições criativas

Sem comentários:

Enviar um comentário