24/04/13

Sei-te


Sei que estás aí. Sempre. Quando fecho os olhos, quando respiro, quando sonho e sinto. Branca, doce, paciente e incomensuravelmente generosa na recetividade incondicional à tinta.
És folha.
Quero-te, porque sei que serás presente e futuro, porque sei que me esperas sem pressas, sem perguntas, sem desassossegos.
Sabes que chegará o dia em que te farei plural. Sabes que carregarás segredos, pensamentos, alegrias e tormentos. Viverás para sempre da imaginação e abarcarás o mundo.
Serás Livro.
Eternamente.

Sandra Évora, 40 anos, Sto António dos Cavaleiros

Sem comentários:

Publicar um comentário