29/10/15

Ah, meu amor...

Não posso descrever a angústia que senti no dia em que você foi embora: o ciúme consumira-me até afastá-lo do meu lado. E agora já não sei como fazer calar esta luxúria que sinto quando me lembro da nossa história. Mas, infelizmente, o orgulho foi mais forte do que a paixão. E, nesta ocasião, o pânico invade-me com a certeza de que não vai voltar. Ah amor, como enfrentar a saudade que você deixou no meu coração!

Vanessa Roch, 20 anos, Salamanca, prof Paula Pessanha Isidoro

Desafio ESCRTV nº 1 – um momento de riso!

Sem comentários:

Publicar um comentário