17/11/15

A escola é de todos

Lara acorda cedo. Demora a tratar dela: a doença atrasa-a mas adora a escola. Come a maçã, saca a mala e cerra a porta perra da casa. Na estrada, encontra Sara contente. Percorrem a estrada até à escola, contando as portas. Encontram a Nora e a Dora. À porta da escola a D. Noela, morena doce e asseada, sacode o pó e canta à moda da terra. A escola é de todos e todos se sentem amados.

Rosa Duarte, 60 anos, Setúbal

Desafio nº 8 – crise de letras; usar só  E  O  T  R  S  P  L  M  N  D  C