20/12/15

O presépio

O vento entra pela chaminé ondulando as chamas vermelhas na lareira.
Maria, mostra-se inquieta, talvez ansiosa olhando as prendas que circundam a árvore de Natal.
Mas não, pensa nos reis magos, por caminhos tortuosos, à chuva, guiados por uma estrela que brilha no azul escuro da noite, procurando Jesus.
Está inquieta porque não sabe como lhes dizer que o menino Jesus está ali, no telheiro perto da rua.
Está nuzinho, mas o seu amor aquece o mundo.

Rosélia Palminha, 67 anos, Pinhal Novo

Desafio Escritiva nº 3 – mau tempo com: chuva, vento, amor, azul, vermelho e rua

Sem comentários:

Publicar um comentário