28 junho 2017

Amélia Meireles ― desafio RS nº 50

A sua vida fora sempre um desacerto. O seu nascimento, uma desventura para os pais que viveram em desencontro com o seu destino. Chegou para desfazer sonhos. Cedo aprendeu o que era o desamparo. A avó, com mais tino, ofereceu-lhe o amparo que a faria sobreviver a tão cruel desígnio. Aprendeu a carregar o fardo. A vida ofereceu-lhe ventura. Fez o acerto e, no encontro com o acaso, soube fazer do seu destino a mais nobre caminhada.
Amélia Meireles, 64 anos, Ponta Delgada

Desafio RS nº 50 ― palavras com prefixo des

Sem comentários:

Enviar um comentário