27/11/17

Margarida Freire ― escritiva 26

Nasci e cresci no Tempo em que as Crianças eram ensinadas a “Dar a Salvação”. Traduzido para o século XXI, significa dizer BOM DIA!
Costumes de um passado remoto – não que eu seja saudosista dele, credo. Mas é assim.
Nada dói tanto como entrar num qualquer espaço, dizer Bom Dia, e ser calorosa e estridentemente saudada com o silêncio. Alguns arriscam uma mirada de viés, mas logo reagem, desviando o olhar.
Distracção? Não…… Muita Falta de Chá!
Margarida Freire, 75 anos, Moita
Escritiva 26 – mistérios da natureza humana

Sem comentários:

Publicar um comentário