15/09/18

Margarida Freire ― desafio 149

Li…. Não queria acreditar!
Tem um filho autista; como único rendimento, o do seu trabalho.
Despedida ilegalmente, recorreu ao Tribunal, que lhe deu razão. A Corticeira foi obrigada a reintegrá-la.
Só que… diabólico!...
Diariamente TEM de carregar e descarregar, um pacote com os mesmos sacos de plástico (quinze a vinte Kgs), sob temperaturas insuportáveis – 40/45º. Debaixo da maior repressão.
Desde o dia 7 de Maio. Não é ficção.
É em Portugal, no Ano da Graça de 2018.
Margarida Freire, 75 anos, Moita
Desafio nº 149 ― ficção e realidade

Sem comentários:

Publicar um comentário