15/09/19

Helena Rosinha ― desafio 184


Não deixa de ser irónico encontrar-me aqui, um entre tantos outros, diferente na cor, tamanho, estilo. Ouço-os, saudosistas, rememorarem tempos antigos; cheios de si, vangloriam-se dos seus feitos. Não entendem que esse tempo acabou e persistem.
Deixo-os falar, em breve até isso perderão. Aproxima-se o fim a que nos destinaram. Qual será o meu? Não será certamente a lareira duma casa abastada, mas a fogueira num barraco de miséria, que também a lenha se divide em classes.
Helena Rosinha, 66 anos, Vila Franca de Xira
Desafio nº 184 ― monólogo de lenha

Sem comentários:

Publicar um comentário