23/05/20

Toninho ― desafio 208

Na primeira manhã
De minha janela recluso girava meu binóculo. Buscava inspiração poética. Foi assim, que vi um menino numa janela, sem alegria no olhar. Emoldurava com inocência a janela.
Menino olhava o caos orquestrado por buzinas. Era primeira manhã livre da humanidade assustada.
Então os olhos irradiaram numa alegria, notei suas mãos tateando, queriam segurar alguma coisa. Logo percebi os pais, despedindo-se com acenos da calçada, beijos fluíam para a janela, onde a vida voltava normal com sua cuidadora.
Toninho, 64 anos, Salvador-Bahia-Brasil
Desafio nº 208 ― fotog menino à janela
Publicado aqui: mineirinho

Sem comentários:

Publicar um comentário