14/06/20

Toninho ― desafio 210

Péssimo dia
Jardim com ervas daninhas. Para dar cabo, fui ao paiol. Foice enferrujada sem cabo. Achei uma enxada sem cabo. Parecia complô ferramental. Ao cabo de horas, fui a Cabo Frio num mercado. Liguei o carro, pane no cabo da bateria. Socorrido pelo cabo do exército, segui viagem. Loja fechada, cabo telefônico roubado. Desisto no dia péssimo de cabo a rabo. Bebi uma cachaça que deu cabo de mim. Acordei com gosto de cabo de guarda-chuva na boca.
Toninho, 64 anos, Salvador-Bahia-Brasil
Publicado aqui: Desafio 210_Péssimo dia
Desafio nº 210 – cabo das tormentas

Sem comentários:

Publicar um comentário